ALAGOINHAS

ALAGOINHAS

Acusado de matar ex-assessor parlamentar é condenado a 22 anos de prisão

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

/ by REDAÇÃO

O juiz Antônio Silva Pereira, do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA), condenou Gabriel Bispo dos Santos pela morte do ex-assessor parlamentar Michel Batista Santana de Sá.
De acordo com o Correio, ele deve cumprir a pena de 22 anos e seis meses de prisão em regime fechado e pagar R$ 400.680 de indenização à família da vítima. A sentença foi publicada ontem (1º), cerca de um ano depois do crime. 
 
A decisão absolveu outros dois réus: Maurício Lucas de Teive e Argolo e Itazil Moreira dos Santos. O promotor de Justiça Juarez Chastinet disse que o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) vai recorrer da sentença
O advogado de Gabriel, Cleber Andrade, também vai recorrer e ainda busca a absolvição do condenado. Ele argumenta que o cliente não estava presente no momento em que Michel foi baleado, torturado e morto.
A versão do defensor, que também foi dita por Gabriel em juízo, contradiz o que teria sido declarado por ele, conforme inquérito da Polícia Civil, que por sua vez atribui ao condenado a confissão do crime.
“Gabriel nunca confessou um latrocínio, houve uma versão mal interpretada disso, e eu critico a investigação da polícia. Ele foi vítima de estelionato e contou com a compaixão de Michel, que passou as senhas do cartão para Gabriel fazer compras. Na versão do meu cliente, a última vez que ele viu a vítima foi na companhia de Maurício e Itazil”, diz o advogado. 

-Metro

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© Todos os direitos reservados
Desenvolvimento by Agência Alves Comunicação Digital...