ALAGOINHAS

ALAGOINHAS

 


POLICIAL

POLÍTICA

JUSTIÇA

MAIS NOTÍCIAS

MUNDO

“Não tem nada a ver comigo”, diz Bolsonaro sobre PEC da Imunidade

Nenhum comentário



 O presidente Jair Bolsonaro afirmou que não tem “nada a ver” com a proposta de emenda à Constituição que define que deputados e senadores só podem ser presos em flagrante por crime inafiançável previsto na Constituição. 

Para a aprovação, são necessários 308 votos favoráveis na Câmara dos Deputados. 

“Agora tem uma PEC que está começando a tramitar no Congresso, o pessoal já tá me criticando. PEC, Proposta de Emenda à Constituição, eu posso apresentar como presidente da República, mas essa PEC é lá do Legislativo. E eu não tenho qualquer participação sobre ela”, disse o presidente em live nesta quinta (25). 


“O pessoal não gostou de alguns artigos dessa PEC, começa a atirar em mim”, continuou o presidente, que foi interrompido por alguém de fora da tela que afirmou que o texto estaria melhorando. Bolsonaro continuou e afirmou que tem 30 mil projetos em tramitação no Congresso e não tem como saber de tudo. “E, obviamente, essa PEC, uma vez tramitando, ela tem a ver com a imunidade parlamentar, não tem nada a ver comigo, como chefe do Executivo. Daí o pessoal começa já a tirar, falar que eu vou ter proveito próprio, a família vai ter proveito próprio em cima disso. São críticas que realmente deixam a gente chateado, dada a ignorância de quem critica sem saber o que está falando”, pontuou.

Sírio-Libanês tem 22 pacientes com Covid-19 na fila por leito de UTI

Nenhum comentário



 O Hospital Sírio-Libanês, um dos mais caros hospitais do Brasil, contabilizava até a noite desta quinta-feira (25) uma fila de 22 pessoas para internação da UTI de Covid do hospital. 

Segundo o jornal O Globo, é a maior fila desde o início da pandemia. As 22 pessoas que estão na fila são de fora de São Paulo. A UTI do Sírio está lotada, com 50 pacientes. Desses, 38 nestão intubados. 


Em leitos clínicos, são 105 pacientes com Covid-19 internados. Atualmente, ainda de acordo com a reportagem, o aumento do número de pessoas mais jovens internadas é expressivo, em comparação com o início da pandemia.

Médicos aconselham família a não transferir Irmão Lázaro para hospital em Salvador

Nenhum comentário


O vereador de Salvador Irmão Lázaro (PL) segue intubado em estado grave após diagnóstico de covid-19, no hospital São Marcos, em Feira de Santana.  Ele não pôde ser transferido para o Hospital Aliança, na capital baiana por aconselhamento médico. Segundo a assessoria do vereador e cantor, era um desejo da família a transferência, porém, como os médicos não aconselharam por conta da intubação recente. 

Conforme as últimas informações, ele “ele segue a UTI em estado grave, porém estável”.  Ainda segundo a assessoria, o próximo boletim médico deve ser informado aos familiares no final do dia de hoje. A família também ressaltou que ele está sendo bem acompanhado pelos médicos em Feira e pediu orações para o cantor.  

Infectologista discorda de bloqueio das praias: 'o que precisa é de organização'

Nenhum comentário




 

O médico infectologista Robson Reis disse hoje (26) que, não fosse o momento, a proibição do acesso às praias não é eficaz para conter a transmissão do coronavírus em Salvador, por se tratar de uma área aberta e espaçosa. Questionado por Zé Eduardo, durante o programa Jornal da Bahia da Rádio Metrópole, o médico afirmou que o que atrapalha é a desorganização dos banhistas. 

"Nesse momento talvez seja necessário, porque é um momento crítico, é diferente, mas não vejo sentido na proibição das praia. O que precisa é de organização, não adianta ter uma área aberta e todo mundo se concentrar no mesmo local", afirmou. "Não vejo problema desde que a faixa de areia seja muito bem utilizada e as pessoas mantenham, de fato, o espaçamento entre elas, de no mínimo 2 metros". 

Ainda segundo o infectologista, "concentrar a população em ônibus, metrô ou até mesmo em alguns centros comerciais, é muito pior". 

Governo avalia contratar médicos de outros países para conter pandemia na Bahia

Nenhum comentário



O governador Rui Costa afirmou que o estado tem até hoje (26) para viabilizar médicos e outros profissionais de saúde para garantir o atendimento à pandemia de Covid-19 na Bahia. A falta de contingente dessa categoria é um dos problemas enfrentados pelo governo para possibilitar a reabertura de leitos no território baiano, como a Arena Fonte Nova, que já está mobilizada, mas não possui médicos para atendimento no espaço. 

"Nós vamos, se necessário for. Ontem conversando com  a secretária em exercício e disse que o prazo era amanhã. Se não conseguimos mobilizar uma equipe para abrir a Fonte Nova, vou chamar a procuradoria do Estado e vamos buscar viabilizar, buscar médicos em outros estados ou em outros países", disse Rui, durante entrevista à TV Bahia. 

"Sem médico é que nós não podemos ficar, sem profissional de saúde é que não podemos ficar. A vida humana em primeiro lugar. Hoje é o dia máximo para saber se a gente pode saber se vai contratar médicos aqui na Bahia. Se não for, vamos no final do dia buscar alternativas no Brasil ou no exterior para trazer médicos, enfermeiros ou fisioterapeutas", acrescentou.  

 

Governador reforça que quem não usar máscara pode ser conduzido à delegacia

Nenhum comentário



O governador Rui Costa reiterou, durante a entrevista coletiva que anunciou o lockdown em 90% da Bahia, hoje (25), a obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços públicos e estabelecimentos comerciais. Segundo ele, a fiscalização será reforçada e quem não usar o equipamento de proteção poderá ser conduzido à delegacia. 

"É evidente que não queremos lotar cadeias nem presídios, o que queremos é que as pessoas tenham responsabilidade sobre a saúde delas, da família e da comunidade. Já foram levadas, nesses dias, pessoas conduzidas à delegacia. A orientação nossa é abrir inquérito policial, criminal, que depois será encaminhado ao Ministério Público e à Justiça, pra que essas pessoas depois respondam por crime contra a saúde pública. Essa é a orientação. Mas graças a Deus, até aqui, contamos com absoluta e total colaboração, eu diria, de 99,9% das pessoas. Os casos de descumprimento foram absolutamente residuais. A fiscalização será feita de forma intensa com o nosso policiamento, da PM, das guardas municipais, da Polícia Civil, e nós inclusive reforçamos o policiamento com motocicletas", afirmou. 

© Todos os direitos reservados
Desenvolvimento by Agência Alves Comunicação Digital...