ALAGOINHAS

ALAGOINHAS

Moreno Era Um Misto De Torcedor Do Bahia Com Radialista Frustrado

terça-feira, 25 de junho de 2019

/ by REDAÇÃO

A cidade de Alagoinhas perdeu mais uma de suas figuras emblemáticas. Dilson Reis Ornelas, 55 anos, o Moreno, faleceu na madrugada de hoje (25) no Hospital Dantas Bião, e será sepultado logo mais, no Cemitério Jardim da Saudade.
Moreno vinha se recuperando de duas cirurgias, esteve internado por várias vezes no Dantas Bião e na madrugada de hoje não resistiu. Seu quadro clínico era crítico. Vítima do Diabetes, Moreno já havia perdido as duas pernas, estava medicado, em repouso, mas com o quadro de saúde em constante observação.
Moreno ficou conhecido como aquele torcedor fanático do Bahia que aparecia nas transmissões dos jogos do tricolor empunhando uma cruz, como se rezasse pelo clube ou azarasse o seu oponente.

Diversas aparições na TV renderam a ele uma popularidade muito grande, o que fez o Bahia reconhecer o famoso torcedor, enviando mascotes, torcida organizada e o campeão Beijoca para visita-lo na semana passada.
A troupe veio a Alagoinhas e trouxe a taça de 1988, conquistada pelo tricolor. Foi um momento de muita emoção para Moreno, que já havia recebido outras homenagens quando foi para o abrigo.
Em Alagoinhas, Moreno ficou mais conhecido por suas tiradas nos programas matinais das emissoras locais. A Rádio Emissora de Alagoinhas, hoje 95,7 FM, já tinha seu espaço reservado.
Começava o programa, lá vem Moreno com suas manchetes, suas bravatas e seus bordões. Ligava para a emissora e Haroldo Azi lhe dava o espaço necessário para suas prosopopeias.
Moreno não poupava ninguém. Do prefeito ao gari, dos radialistas da outra  emissora aos advogados, médicos, lojistas e de quem se manifestasse contra algum assunto que ele não concordasse.
Ele não chegou a ser radialista, mas sua participação matinal era garantida. Sempre ácido e voraz em suas declarações, Moreno não poupava ninguém. Haroldo sempre o alertava contra os processos para ele e para a emissora, mas ele não segurava o verbo.
Moreno morreu sem seus ouvintes do lado, sem parentes e apenas algumas poucas visitas. Não temos conhecimento de seus parentes nem porque o deixou no abrigo dos idosos.
Vanderley Soares

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© Todos os direitos reservados
Desenvolvimento by Agência Alves Comunicação Digital...