ALAGOINHAS

ALAGOINHAS

Lava Jato: grande parte de ativos ilícitos de Walter Faria permanece no exterior

quinta-feira, 1 de agosto de 2019

/ by REDAÇÃO

O presidente do Grupo Petrópolis, Walter Faria, preso na Operação Rock City, fase 62 da Lava Jato, declarou ter R$ 1,3 bilhão em contas no exterior. O montante equivale a 1% do total repatriado no âmbito do Regime Especial de Regularização Cambial e tributária (RERCT), segundo a Receita Federal.
O Ministério Público Federal rastreou as contas do dono do Grupo Petrópolis e encontrou ativos na Suíça, Ilhas Virgens, Panamá, Reino Unido, Holanda e Uruguai. "A análise teve por objeto as Declarações de Imposto de Renda Pessoa Física de Walter Faria dos anos-calendário 2006 a 2017", disse a procuradora que elaborou o relatório, Laura Tessler.
"Em consulta aos dados de operações de câmbio de Walter Faria, constata-se que o investigado internalizou, de 01/01/2013 a 31/01/2019, o montante de USD 136.800.000,00, o que indica claramente que os ativos ilícitos permanecem em grande parte no exterior", anotou a juíza federal Gabriela Hardt, em decisão que autorizou a prisão de executivos do Grupo Petrópolis.
- Metro1

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© Todos os direitos reservados
Desenvolvimento by Agência Alves Comunicação Digital...