BAR1PRINC
an
 
 
    
Home Contato Mundo Arquivo Alagoinhas Entrevista Rádios
CONTATO ICONSFWO
policiais Ocorrências Policiais
policiais Notícias de Alagoinhas
policiais Visão Esportiva
Pau na Preá
policiais Falando
direito
Tecnologia

Pau na Preá


 

 

 

POR QUE NÃO VAMOS DESISTIR DO BRASIL?

No dia 13 de agosto, pouco mais das dez horas, falecia de maneira trágica, o presidenciável e ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, vítima de um grave acidente aéreo que ceifou a vida de mais seis pessoas, entre elas, assessores direto do neto do governador Miguel Araes. Inegavelmente as horas que se seguiram ao triste episódio, foram marcadas pela sensação de que tudo que estava sendo noticiado pelas redes de televisão, de fato não estava acontecendo. Mas infelizmente tudo era uma lastimável verdade.

A poucas horas do seu passamento, Eduardo Campos foi sabatinado pelos apresentadores do Jornal Nacional, e ao final da sua entrevista, iria repetir a frase que servirá de slogan para o futuro candidato do PSB, na corrida presidencial, que andava meio que insossa, sem empolgar a muito dos brasileiros, cansados com a polarização PT x PSDB, que já existe no país, desde os meados dos anos noventa do século passado. “Não vamos desistir do Brasil”. Essa foi a frase pronunciada pelo então candidato do Partido Socialista Brasileiro, que hoje provoca nas redes sociais, um sentimento que há muito tempo não se via em nossa população, ou seja, o de através da participação política, resgatarmos o interesse pelas coisas do nosso país.

Em um país em que a figura do político muitas vezes está associada aos atos pouco lícitos, Eduardo Campos, representava para muitos dos seus admiradores, a esperança de se reencantar a política, naquilo que ela designa de mais positivo, que é a chance de se criar uma prática cidadã, para lutarmos na perspectiva da construção de uma nação justa, portanto, mais humana e solidária.

Não sabemos quais são os desígnios de Deus para as nossas vidas, nem tão pouco o que nos aguarda nos próximos sessenta dias que antecedem ao pleito de outubro, mas que fique em nossas mentes e corações a mensagem deixada pelo homem público de Pernambuco, que nos deixou na manhã do dia 13 de agosto, mas que teve a capacidade de em tão pouco tempo, reanimarmos para tentar viabilizar um país que tem tudo para se consolidar como uma verdadeira nação para os seus filhos.

Por todas essas razões, concordamos que o já saudoso Eduardo Campos, e seguramente também não vamos desistir do Brasil!

 




Contato
Marcus Aragão
Adelmo Mota
Arthr Felipe
Erica Manoela
Paulo Pinto
Coluna
Pau na preá
falando direito


Notícias
Relatório policial
Alagoinhas


Mundo
Saude
Esporte
Beleza