BAR1PRINC
an
 
 
    
Home Contato Mundo Arquivo Alagoinhas Entrevista Rádios
CONTATO ICONSFWO
policiais Ocorrências Policiais
policiais Notícias de Alagoinhas
policiais Visão Esportiva
Pau na Preá
policiais Falando
direito
Tecnologia

Pau na Preá


 

 

 

EM UMA CAMPANHA PRESIDENCIAL, O MAIOR CABO ELEITORAL DE UM CANDIDATO, PODE SER O SEU ADVERSÁRIO

 

Já estamos vivendo os últimos treze dias do segundo turno das eleições para a presidência da República, e o clima só tende a esquentar, considerando principalmente que os números da primeira pesquisa apontam para um crescimento do tucano, Aécio Neves, algo em torno de 17,6 pontos percentuais, segundo pesquisa encomendada pela revista Istoé ao instituo Sensus. Neste universo é interessante observarmos a taxa daqueles que não votariam em Dilma de forma nenhuma, chega 46,3 %, números que praticamente inviabiliza o projeto de reeleição da candidata petista, fazendo diluir o sonho de permanência do Partido dos Trabalhadores, no palácio do Planalto.

Mesmo sabendo que nada ainda está definido, do ponto de vista eleitoral (o que vale mesmo é o voto que se conta na urna), os números aqui mencionados, fez acender a luz amarela nos coordenadores da campanha de Dilma Rousseff, principalmente se levarmos em conta, as adesões à campanha tucana, até mesmo no Nordeste, região em que o desempenho do PT tem sido inconteste, se considerarmos os pleitos de 2006 (tendo ainda Lula como candidato) e 2010, quando da vitória da candidata apoiada pelo presidente de honra do Partidos dos Trabalhadores.

Mas outro dado importante deve ser analisado, no contexto do segundo turno da eleição presidencial, é que ele acontece no momento em que ganha cada vez mais espaço na mídia, as denúncias do propinoduto, comandado pelo doleiro Alberto Youssef e pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa. As declarações dos dois envolvidos no esquema de desvio dos recursos da maior estatal brasileira, pode de fato comprometer a reeleição de Dilma Rousseff, afetada substancialmente pela enxurrada de denúncias, retroalimentando a associação do governo atual com o sistema de corrupção que infelizmente só ganha corpo nos entes federativos.

Uma triste notícia para a candidata a reeleição do Partido dos Trabalhadores, é que ela mesma, pode ser a maior cabo eleitoral do seu adversário, Aécio Neves, que receberia no colo, a tão desejada faixa presidencial. 

  

 




Contato
Marcus Aragão
Adelmo Mota
Arthr Felipe
Erica Manoela
Paulo Pinto
Coluna
Pau na preá
falando direito


Notícias
Relatório policial
Alagoinhas


Mundo
Saude
Esporte
Beleza