BAR1PRINC
an
 
 
Página Inicial  Contato Mundo  Arquivo Alagoinhas Entrevista Rádios

Delação cita propina de R$ 30 mi a Jucá, Braga e Renan

Uma nova delação premiada, firmada com a Procuradoria-Geral da República, aponta o suposto repasse de propinas milionárias para senadores do PMDB, entre eles o presidente do Congresso...

Policial perde emprego por evangelizar durante horário de trabalho

Um membro da policia rodoviária do estado de Indiana foi demitido após ser acusado de constranger os cidadãos por que falou sobre sua fé com eles. Ele está sendo processado pela segunda vez ...

 
 





 

Google:                                          

CONTATO

linha190
 
 
 
 
  
 

Enquete

 

O que você prefere ouvir?

  • Arrocha
  •  
  • Pagode baiano
  •  
  Tel: (75) 3422-3727
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Publicidade

Deixe a sua casa com cara de casa nova sem gastar muito... Sabe como?

Com essa super promoção da Feira Tintas.

Confira:

Tinta Rende Muito, lata 18 litros, de R$ 189,90 por apenas R$ 139,90. É isso mesmo, é tinta Rende Muito, por apenas R$ 139,90... Tá muito barato.

E tem mais, comprando na FEIRA TINTAS você ainda concorre a uma moto zero quilometro.

No Centro, atrás das lojas Americanas e na Santa Terezinha, em frente ao Jovem Posto.

Feira Tintas, imbatível nos preços baixos.

Como empresária, Xuxa deve faturar mais de R$ 160 milhões em 2016

28 de Junho de 2016 - 18:20

Mesmo com a crise financeira que vem atingindo o Brasil, a apresentadora Xuxa, apesar do mal desempenho na TV, tem tido sucesso como empresária em outros negócios. Xuxa é sócia de uma rede de franquias de depilação a laser que segue em constante crescimento no Brasil. De acordo com informações da revista “Isto É”, no ano passado, a marca contava com 47 unidades. Hoje, já são 118 clínicas abertas. Estima-se que a 'Espaçolaser' tenha 40 inaugurações e fature cerca de R$ 160 milhões. E os negócios da loira não param por aí, não! Em 5 anos, a previsão é de mais 250 lojas. Nesta segunda-feira (27), a apresentadora, é claro, comentou o sucesso da empresa nas redes sociais. “A Espaçolaser não para de crescer. Sucesso garantido para clientes e franqueados”, postou ela no Instagram.

Deficit do governo central atinge R$ 145 bi em 12 meses, o pior já registrado

28 de Junho de 2016 - 17:40

O governo central - União, Banco Central e Previdência Social - registrou deficit de R$ 15,5 bilhões, ampliando o deficit registrado nos últimos 12 meses para R$ 145 bilhões, o pior desde o início da série histórica, em 1997. A conta foi influenciada pela piora do resultado da União, somada ao rombo da Previdência. O rombo de maio aponta uma deterioração rápida das contas públicas. Há um mês, em abril, o deficit acumulado em 12 meses estava em R$ 137,8 bilhões. A projeção do governo é que o rombo chegue a R$ 170 bilhões neste ano. Nos cinco primeiros meses do ano, o deficit é de R$ 23,8 bilhões. É a primeira vez, desde 1997, que o governo central apresenta deficit para o período. O resultado do Tesouro Nacional -quanto a União gasta a mais ou economiza- apresentou deficit de R$ 3,1 bilhões em maio. No mesmo mês de 2015, o resultado ficou negativo em R$ 1,5 bilhão. O Banco Central também apresentou deficit de R$ 115,7 milhões, mas menor do que há um ano, quando em maio o buraco foi R$ 257,9 milhões.O rombo da Previdência alcançou R$ 12,2 bilhões. No mesmo período do ano anterior, o deficit foi de R$ 6,3 bilhões. A queda da arrecadação foi o principal fator de desequilíbrio das contas do governo central em maio deste ano, quando comparado com maio de 2015. O tombo, corrigido pela inflação (IPCA), é de 9%. As despesas, também corrigidas pela inflação, caíram 1,8%. No acumulado dos cinco primeiros meses do ano, em termos reais -após descontar a inflação-, as receitas do governo central diminuíram 6,1%, e as despesas cresceram 1,4%. Com informações da Folhapress.

Explosões atingem terminal no aeroporto de Istambul

28 de Junho de 2016 - 17:30

Pelo menos duas explosões aconteceram na tarde de terça (28) no terminal internacional do aeroporto de Istambul, segundo a CNN turca. Em redes sociais, testemunhas também dizem ter ouvido tiros, que teriam vindo do estacionamento. Diversas pessoas teriam ficado feridas no ataque ao aeroporto Ataturk, mas ainda não há informações oficiais sobre o número de atingidos ou a gravidade dos ferimentos. O aeroporto foi fechado e a entrada e saída de pessoas foi interrompida.

Novo alto-falante pode ser "construído" por crianças

28 de Junho de 2016 - 17:20

A empresa Bose lançou um novo alto-falante especialmente para crianças. O objetivo dele é usar a criatividade dos pequenos, já que ele pode ser montado e desmontado por eles. Segundo matéria do site The Verge, a empresa pretende desenvolver o interesse infantil pela matemática, tecnologia e engenharia. As instruções de montagem do Speaker Cube BOSEBuild podem ser vistas em um app, disponível apenas para iOS. Mas depois de pronto, ele funciona por bluetooth com qualquer tipo de smartphone, tablet ou streaming de música. O preço é um pouco alto, comparado com outros modelos, 149 dólares (cerca de 500 reais).

Escócia se reunirá com líderes da UE para tentar manter país no bloco

28 de Junho de 2016 - 16:50

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, disse que irá se reunir com líderes do Parlamento Europeu em Bruxelas na quarta-feira (29) em busca de uma maneira de manter seu país na União Europeia. A Escócia votou pela permanência britânica na UE no referendo da semana passada, o que a coloca em choque com o Reino Unido como um todo, que preferiu o rompimento. Nicola classificou a possibilidade de a Escócia ser retirada da UE de "democraticamente inaceitável" e afirmou que irá adotar todas as medidas necessárias para evitar isso, incluindo retomar o tema da independência do Reino Unido. Em uma visita inicial a Bruxelas, ela irá afirmar a posição escocesa ao presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, e a representantes dos principais grupos de legisladores europeus, disse ela. Mas Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu, que define a direção política e as prioridades gerais da UE, não irá se encontrar com a premiê, informou seu porta-voz, por não achar que o momento é apropriado. Nicola disse que também pretende debater a questão escocesa com a Comissão Europeia, o braço executivo do bloco.

Dólar recua e fecha a R$ 3,30 pela primeira vez em quase 1 ano

28 de Junho de 2016 - 16:40

O dólar fechou em forte queda nesta terça-feira (28), cotado a R$ 3,30 pela primeira vez em quase um ano. A moeda norte-americana caiu 2,61%, a R$ 3,3060 na venda. Veja a cotação do dólar hoje. A última vez que o dólar fechou abaixo de R$ 3,30 foi em 23 de julho de 2015. O recuo da moeda dos Estados Unidos acompanhou a recuperação dos mercados pelo mundo, depois de dois dias de mau humor com a decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia (UE). O mercado também reagiu a declarações do novo presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, e à perspectiva de que os juros não devem cair tão cedo no Brasil. No mês de junho, o dólar acumula queda de 8,47%. No ano de 2016, a moeda tem desvalorização de 16,2%. O mercado brasileiro manteve a tendência de apresentar quedas maiores do dólar do que seus pares na América Latina, ajudado também pela perspectiva de que o BC só volte a cortar os juros básicos em outubro e pela ausência de interferência no câmbio. Em documento, o BC informou nesta terça-feira que o cenário central "não permite trabalhar com a hipótese de flexibilização das condições monetárias", ou seja, com corte de juros. A manutenção da Selic em 14,25% por mais tempo tende a sustentar a atratividade do mercado local para investidores estrangeiros. O Banco Central estimou que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) - a inflação oficial do país - deve ficar próximo de 7% neste ano. Com isso o IPCA deverá ficar, pelo segundo ano seguido, acima do teto de 6,5% determinado pelo sistema de metas de inflação brasileiro Goldfajn disse ainda que a instituição não irá recomendar ao Conselho Monetário Nacional (CMN) elevar a meta central de inflação para 2017, que está fixada em 4,5%. Na véspera, a moeda norte-americana subiu 0,44%, a R$ 3,3946 na venda, após chegar a R$ 3,4167 na máxima desta sessão e a R$ 3,3733 na mínima.

Polícia Federal aponta que houve falha do Ministério da Cultura em fraudes na Lei Rouanet

28 de Junho de 2016 - 16:30

A Polícia Federal aponta que houve falha do Ministério da Cultura no controle de benefícios da Lei Rouanet. A Operação Boca Livre, deflagrada na manhã desta terça-feira (28), investiga um grupo criminoso que desviou pelo menos R$ 150 milhões dos cofres públicos desde 2001. Segundo a PF, ainda não há evidências que indiquem a participação de funcionários da pasta no esquema. "O fato é que houve no mínimo uma falha de fiscalização. A investigação é quem vai determinar se houve isso (a participação)", afirmou o delegado Rodrigo Campos Costa. No entanto, a Polícia Federal acredita em "facilitações" dentro do Ministério da Cultura. "Quem captava dinheiro era esse grupo com supostas facilitações no âmbito do Ministério da Cultura, que não só propiciava as condições ideais para aprovação desses projetos forjados, como também exercia uma fiscalização pífia ou nenhuma de forma dolosa para que esses projetos plagiados, repetidos, não fossem identificados como tais", aponta a procuradora Karen Louise Jeanette. O grupo criminoso conseguia a aprovação do Ministério da Cultura para captar recursos para projetos. De acordo com a PF, as empresas que contribuíam ganhavam duplamente, pois recebiam propina das pessoas investigadas, além de garantir dedução do imposto de renda por apoiar a Lei Rouanet.

Ex-Chiquitito Jander Veeck volta a atuar após 15 anos afastado da TV

28 de Junho de 2016 - 16:20

Depois de ficar fora da televisão desde 2001, quando se despediu do seu personagem Zeca, na novela “Chiquititas”, Jander Veeck, voltou a atuar no videoclipe “Palavra Exata”, da banda gaúcha NEC, lançado nesta segunda-feira, 27. O convite para participar do projeto surgiu por meio do irmão do ator, o baterista Alysson Veeck. “Foi uma experiência incrível e fantástica. Não só pelo fato de poder voltar a atuar depois de 15 anos, mas também por estar cercado de pessoas que são do meu convívio”, revelou o ator, que além do irmão, tem Claudio Oderich, seu sócio em uma produtora, como baixista do grupo. Atualmente com 29 anos de idade, Jander lembra com saudade dos bastidores das gravações da trama infantil vividos ao lado da irmã, Elisa Veeck, que interpretava Fran no folhetim. “Sinto orgulho, honra e alegria ao ser lembrado pelos fãs de ‘Chiquititas’. Afinal, faço parte do subconsciente de milhões de pessoas”, acredita o rapaz. Sobre os colegas de elenco que se destacaram na carreira artística, como Fernanda Souza, Bruno Gagliasso e Débora Falabella, Jander diz ter pouco contato. “Sempre que rola um tempo, nós estamos nos vendo. Mas essa galera que segue em evidência é mais difícil. Porém, sempre rola de alguém cruzar por eles e mandar aquele abraço”, contou o ex-Chiquitito.

Cabral acertou propina sobre obra de favela, diz delator

28 de Junho de 2016 - 15:50

O executivo Clóvis Primo, ligado à Andrade Gutierrez e um dos delatores da Operação Lava Jato, afirmou que o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) acertou propina sobre as obras de urbanização do conjunto de favelas de Manguinhos, uma das comunidades mais pobres da capital fluminense. O executivo Rogério Nora de Sá, também ligado ao grupo, relatou a mesma informação aos investigadores da Lava Jato. Clóvis Primo depôs na quinta-feira, 23, à Procuradoria-Geral da República. Ele disse que ‘além das obras do Maracanã e do Comperj (Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro) também sabe que houve pagamento de propina na obra de Manguinhos’. “Essa obra consistia na urbanização, construção de casas, etc, no conjunto de favelas em Manguinhos; que essa obra era estadual, mas recebeu recursos federais do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC; que nesse caso também houve acerto com Sérgio Cabral do pagamento de 5% do valor da obra”, relatou. Segundo o delator, ‘neste caso o operador da propina também foi Carlos Miranda’. O Consórcio Manguinhos, liderado pela Andrade Gutierrez, em parceria com a EIT e Camter, venceu o contrato de R$ 232 milhões para executar os serviços no Complexo de Manguinhos. Entre 2009 e 2010, Sérgio Cabral inaugurou diversas obras em Manguinhos. De acordo com o site da Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro (EMOP), em 25 de outubro de 2010, o então governador do Rio entregou 328 apartamentos no Conjunto Embratel, na Avenida Leopoldo Bulhões, ‘destinados a famílias relocadas pelas obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), em Manguinhos’. “No local, também foram construídas uma ciclovia e áreas de esporte e lazer, com equipamentos de ginástica e pista de skate. Na mesma área, foram entregues, em junho, 152 unidades habitacionais. No total, são 480 novas moradias para os moradores de Manguinhos. A partir da próxima segunda-feira, o PAC Manguinhos terá completado 914 apartamentos entregues. O investimento total naquela comunidade é de R$ 565,6 milhões”, apontou o site do governo do Estado, na época. Leia mais no Estadão.

Caixas eletrônicos de Cuba passam a aceitar Mastercard

28 de Junho de 2016 - 15:40

Os caixas eletrônicos de Cuba começaram, no início desta semana, a aceitar cartões da bandeira norte-americana MasterCard, informaram autoridades do Banco Central Cubano (BCC). A vice-presidente do BCC, Irma Margarita Martínez, explicou, em comunicado, que o serviço está disponível, por enquanto. apenas na capital, Havana, mas deve “ser ampliado para todo o país”. Ainda de acordo com Martinez, as autoridades cubanas “estão abertas a qualquer aproximação, mas isso depende do interesses dos bancos norte-americanos”. Diversos pontos de venda já aceitam a bandeira, assim como cartões da Visa, que foram autorizados na ilha, em meio a políticas de aproximação entre Washington e Havana. Desde janeiro de 2015, o governo de Barack Obama permite que cidadãos norte-americanos usem cartões de débito e de crédito em território cubano.

Temer recebe Cunha para discutir ‘quadro político’

28 de Junho de 2016 - 15:30

Réu em dois processos na Operação Lava Jato, com um pedido de prisão ainda para ser analisado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e lutando para salvar o seu mandato, o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi recebido neste domingo (26) pelo presidente em exercício, Michel Temer. Segundo interlocutores de Temer, que confirmaram o encontro, o presidente em exercício abriu as portas do Palácio do Jaburu para os dois fazerem “uma avaliação do quadro político atual”. A reunião, segundo fontes ligadas a Temer, teria sido uma iniciativa de Cunha, que telefonou para o presidente em exercício pedindo a conversa reservada. Procurado, Cunha negou o encontro. “Não estive com ele ontem. Eu não confirmo.” Apesar da negativa, o presidente afastado da Câmara disse que “era normal” o encontro e que o fazia “com regularidade”. Além das implicações de Cunha na Lava Jato e suas possíveis consequências para o governo Temer, o Planalto também se preocupa com a sucessão na presidência da Câmara dos Deputados. O governo teme que um racha entre os aliados para a disputa prejudique a governabilidade na Casa e atrapalhe votações de seu interesse. Nos dois casos, entretanto, até agora o esforço de Temer era adotar um discurso de que o assunto é do Legislativo e não pode sofrer interferência do Executivo. O governo, porém, tem todo o interesse que o escolhido seja alinhado com o Planalto, para facilitar o andamento das propostas, embora tanto a Câmara quanto o Senado tenham aprovado todos os projetos até agora. Em entrevista na sexta-feira passada, Temer disse que Cunha não o atrapalhava em “absolutamente nada” e que era “claro” que os dois conversavam. “Aqui no Brasil há esse preconceito. Acha que não se pode falar com ninguém”, disse o presidente em exercício. Temer e Cunha já se encontraram pelo menos três vezes desde que ele assumiu a Presidência interinamente, no dia 12 de maio. No encontro mais recente, a sucessão na Câmara entrou na pauta. Temer tem pressa em uma solução na Casa, embora, oficialmente, o discurso seja de distanciamento. O presidente em exercício se surpreendeu com o número de candidatos à presidência da Câmara. Cunha está afastado do mandato como deputado e consequentemente da presidência da Câmara desde o início de maio. Apesar de trabalhar para evitar a cassação de seu mandato e até mesmo se manter à frente do comando dos trabalhos dos deputados, diante da iminência crescente de sua saída definitiva, Cunha tem trabalhado intensamente para influenciar diretamente na escolha de seu sucessor na função. Caso o peemedebista saia do cargo, pela legislação, uma nova eleição precisará ser convocada para um “mandato tampão”, até que, em fevereiro do ano que vem, um novo deputado seja eleito para um novo mandato de dois anos.

Exigência de Lídice deve inviabilizar candidatura dela

28 de Junho de 2016 - 15:20

O governo deve perder a batalha pelo convencimento de Lídice da Mata para que saia candidata à Prefeitura de Salvador. Lídice alega que só vai para o “sacrifício” contra ACM Neto (DEM), caso seja contemplada na chapa de Rui Costa em 2018. O problema é que tem candidato demais para poucas vagas ao lado de Rui, o que deve fazer com que o PT desista de seu nome para a sucessão municipal.

Alagoinhas: 2° Coorpin desbarata esquema de vendas de cinquentinhas roubadas no Facebook

28 de Junho de 2016 - 13:50

Investigações desenvolvidas há mais de dois meses pela DRFR com apoio dos policiais da Sede da COORPIN recuperaram 05 (cinco) MOTONETAS roubadas no município de Alagoinhas, sendo desbaratada uma quadrilha que utilizava uma conta no FACEBOOK denominada ALAGOINHAS VENDAS para comercializar os veículos roubados. A Polícia identificou os dois indivíduos que roubavam as motos (os nomes não serão divulgados para não prejudicar as diligencias de captura) e repassavam para os autuados concretizarem as vendas utilizando a referida conta na internet para dar aparência de legalidade ao evento criminoso. Diligencias continuam no sentido de prender os executores dos roubos bem como recuperar outros veículos.

Veículos recuperados:

MOTONETA I/WUYANG 50 cc JET, cor branca, 2013/2014, chassi: LWYMCA208E6003661;

MOTONETA I/SHINERAY XY cor vermelha, ano 2015, chassi: LXYXCBL09F0229037;

MOTONETA I/WUAYANG 50 cc JET, cor branca, 2013/2014, chassi: 99HJT105065000398;

MOTONETA I/SHINERAY XY cor branca, ano 2014/2015, chassi: LXYXCBL06F6259077,

MOTONETA I/WUYANG Jet 50 cc cor branca, ano 2014/2015, chassi: a identificar.

MOTONETA I/MARVA 50 cc, cor preta, ano 2014, chassi: a identificar.

MOTIVAÇÃO: ambição/ganância.

PROVIDÊNCIAS: Lavrado Auto de Prisão em Flagrante, veículos encaminhados a pericia, devolução dos veículos às vítimas; os presos estão na carceragem da DT Alagoinhas à disposição da Justiça.

Encontram-se custodiados as pessoas de: Elai Tuiani Santos Silva técnica de enfermagem 26 anos e António Braz Damasceno Neto 55 anos corretor. Foram encriminados por Receptação e Formação de quadrilha.

Rodrigo Janot afirma que sociedade está 'engajada de corpo e alma' contra corrupção

28 de Junho de 2016 - 13:40

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou durante a abertura do seminário “Grandes casos criminais: experiência italiana e perspectivas no Brasil”, que a sociedade brasileira está sedenta pelo combate à corrupção. O evento começou nesta segunda-feira (27), em Brasília. Janot disse que, desde as manifestações ocorridas em junho de 2013, a sociedade demonstra que quer mudança. “A sociedade está engajada de corpo e alma nessa luta, circunstância simbolizada pelas passeatas de todos os matizes e pelos mais de dois milhões de assinaturas de apoio às 10 medidas contra a corrupção, que hoje tramitam no Congresso Nacional como projeto de lei de iniciativa popular”, completou Janot. O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, afirmou que o Ministério Público e o Poder Judiciário têm sido parceiros na luta contra a criminalidade no país, como o do colarinho branco, os cibernéticos, transnacionais e terrorismo. O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, disse que o Executivo apoia a campanha Dez Medidas do MP no combate à corrupção. O evento visa proporcionar subsídios para atuação dos membros do Ministério Público e do Poder Judiciário para combater a corrupção, e a operação “Mãos Limpas”, ocorrida na Itália, nos anos de 1990, será usada como caso de estudo.

Governo do Rio de Janeiro ainda não tem prazo para pagar 2ª parcela de salário de maio

28 de Junho de 2016 - 13:30

O governo do Rio de Janeiro ainda não tem data para realizar o pagamento da segunda parcela do salário referente a maio. A primeira parte foi paga no dia 14 de junho. Até então, apenas os servidores da Educação recberam pagamento integral, em função do Fundo de Educação Básica (Fundeb). De acordo com o G1, os demais servidores receberam mil reais mais 50% da diferença entre o valor líquido do seu vencimento e a parcela de mil reais. Por exemplo: se um servidor ganha R$ 4 mil líquidos, ele teve em sua conta um depósito de R$ 2,5 mil, correspondente a mil reais e metade dos R$ 3 mil que ainda terá de receber. O governador em exercício Francisco Dornelles disse que fará um levantamento nesta terça-feira (28) para saber quanto tem em caixa e o que poderá ou não ser pago. O governo espera transferência de R$ 2,9 bilhões da União, mas o recurso será destinado à Secretaria da Segurança Pública, para as Olimpíadas.

PSD apoiou Alice para assegurar vaga na chapa de Rui em 2018

28 de Junho de 2016 - 13:20

O senador Otto Alencar (PSD) pode não ter jogado de forma combinada com o governador Rui Costa (PT) ao apoiar a candidatura à Prefeitura de Salvador da deputada federal Alice Portugal (PCdoB).

Na prática, o PSD se antecipou a conversações que já haviam entre Rui e a senadora Lídice da Mata (PSB) para fazê-la candidata à sucessão do prefeito ACM Neto (DEM) sob a condição de lhe assegurar espaço na chapa com que o governador vai disputar a reeleição em 2018.

Como não queria cacifar Lídice, porque prefere um nome do próprio PSD ao lado de Rui na próxima sucessão estadual, o partido de Otto decidiu então correr e apostar em Alice, tornando a candidatura da comunista praticamente irreversível.

Sem o apoio dos sociais-democratas ao nome de Lídice, o governador viu crescerem as dificuldades para atender às exigências da senadora para ir ao “sacrifício” contra o prefeito de Salvador nestas eleições.

Além de exigir presença na chapa do governador em 2018, Lídice teria cobrado, segundo se comenta no PT, apoio integral à sua campanha e ajuda para quitar resíduos da dívida que contraiu quando concorreu ao governo do Estado contra Rui, em 2014.

Até hoje, ela estaria sendo obrigada a administrar resíduos financeiros da disputa, na qual se envolveu atendendo a apelo do então candidato presidencial de seu partido, Eduardo Campos, morto num acidente de avião em plena campanha.

Diferentemente de Lídice, Alice e o PCdoB não exigiram de Otto e do PSD qualquer compromisso de apoiarem seu nome para uma vaga na chapa de Rui em 2018. Isso abre espaço para que o partido do senador defenda o nome de um correligionário para o posto junto a Rui.

O mais forte, no momento, é o do deputado estadual Angelo Coronel, ligadíssimo a Otto.

Boca Livre: MinC é alvo de buscas; operação apura desvios de R$ 170 mi usando Lei Rouanet

28 de Junho de 2016 - 12:50

O Ministério da Cultura também é alvo de buscas pela Operação Boca Livre, deflagrada na manhã desta terça-feira (28) (veja aqui), que apura fraudes em projetos culturais aprovados junto à pasta com benefícios de isenção fiscal, por meio da Lei Rouanet. A organização criminosa envolvida atuou por quase 20 anos junto ao MinC, com a leniência da pasta para aprovação de projetos que somam R$ 170 milhões. Ao todo 124 policiais participam da ação, além de servidores da Controladoria Geral da União (CGU), cumprindo 14 mandados de prisão temporária e 37 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, São Paulo e Rio de Janeiro. Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal, em São Paulo. "Há indícios de que as fraudes ocorriam de diversas maneiras, como a inexecução de projetos, superfaturamento, apresentação de notas fiscais relativas a serviços/produtos fictícios, projetos simulados e duplicados, além da promoção de contrapartidas ilícitas às incentivadoras", afirma a PF. A apuração aponta foram financiados com recursos federais eventos corporativos, shows com artistas famosos em festas privadas para grandes empresas, livros institucionais e uma festa de casamento. Os projetos dos quais foram desviados os valores incluiam teatro itinerante público voltados para crianças e adolescentes carentes deixaram de ser executados e doação de livros a escolas e bibliotecas públicas. São citadas as empresas Bellini Eventos Culturais, Scania, KPMG e o escritório de advocacia Demarest, Roldão, Intermedica Notre Dame, Laboratório Cristalia, Lojas 100, Nycomed Produtos Farmacêuticos e Cecil. O esquema utilizava diversas estratégias como superfaturamento, apresentação de notas fiscais relativas a serviços/produtos fictícios, projetos duplicados e contrapartidas ilícitas realizadas às incentivadoras.O inquérito foi aberto em 2014, após a PF receber documentos da CGU apontando desvio de recursos relacionados a projetos aprovados com o benefício fiscal. Além das buscas e prisões, a PF pediu à Justiça que desabilitasse pessoas jurídicas para proposição de projetos junto ao MinC e à Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. Foram bloqueados valores e sequestro de bens como imóveis e veículos de luxo. Os presos na operaão responderão pelos crimes de organização criminosa, peculato, estelionato contra União, crime contra a ordem tributária e falsidade ideológica, com penas de até 12 anos de prisão.

‘Palocci solicitou R$ 15 mi para Delfim Netto’ em Belo Monte

28 de Junho de 2016 - 12:40

O empresário Otávio Marques Azevedo, presidente afastado da Andrade Gutierrez, afirmou em sua delação premiada, que o ex-ministro da Antonio Palocci (Fazenda e Casa Civil) cobrou o repasse de R$ 15 milhões, referentes aos contrato de na construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, para economista Defim Netto – ex-ministro da Fazenda na ditadura e um dos principais conselheiros do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Parte dos valores teria sido repassado ao PT via doações oficiais nas campanhas de 2010, 2012 e 2014. “Antonio Palocci, provavelmente em São Paulo, solicitou ao declarante o pagamento de R$ 15 milhões para Delfim Netto dedutível do 1% de propina a ser paga”, afirmo o presidente afastado da Andrade, em seu termo de delação sobre Belo Monte. “A empresa atendeu essa determinação de Palocci, porém descontou o valor pago a Delfim do montante total solicitado aos partidos PMDB e PT, em partes iguais”. Palocci foi ministro da Casa Civil do governo da presidente afastada Dilma Rousseff e um dos principais responsáveis por sua campanha em 2010. Outros delatores da Lava Jato haviam revelado sua suposta participação em propinas. Por meio de sua defesa, ele afirmou, em outra ocasião, que “jamais solicitou de quem quer que seja dinheiro ilícito”. Leia mais no Estadão.

Em evento, Janot adverte sobre manobras para barrar Lava Jato

28 de Junho de 2016 - 12:30

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deu um recado claro e contundente nesta segunda-feira, 27, contra acordões e manobras políticas que, supostamente, tentam impedir o avanço da Lava Jato. Na abertura de um seminário em Brasília sobre a Operação Mãos Limpas, versão italiana das investigações sobre corrupção na Petrobras, Janot afirmou que “não há força humana, de pessoas ou de grupos, que possa se interpor entre o caminhar coletivo e o futuro” contra a corrupção no Brasil. “Hoje, algumas vozes reverberam o passado e ensaiam a troca do combate à corrupção por uma pseudo estabilidade, a exclusiva estabilidade destinada a poucos. Não nos sujeitaremos à condescendência criminosa: não é isso que o Brasil quer, não é disso que o País precisa”, afirmou o procurador-geral da República. Ele não citou nomes, mas a referência a descobertas recentes de manobras contra a Lava Jato ficou clara. Em escutas obtidas pelo Ministério Público, caciques do PMDB aparecem em conversas que, para Janot, demonstram uma tentativa política de inviabilizar as investigações sob o argumento de manter a estabilidade institucional do Brasil. A revelação ensejou pedidos de prisão contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e o ex-presidente da República, José Sarney (PMDB-MA). Os pedidos, no entanto, acabaram vazando e foram negados pelo relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Teori Zavascki.

Alvo da Custo Brasil bancou R$ 32 mil em loft para Gleisi

28 de Junho de 2016 - 12:20

A Operação Custo Brasil indica que o advogado Guilherme de Salles Gonçalves, suposto repassador de propinas para o ex-ministro Paulo Bernardo (Planejamento/Governo Lula e Comunicações/Governo Dilma), bancou R$ 32 mil referentes a custos de um loft alugado em Brasília para uso da senadora Gleisi Hoffmann durante a campanha de 2010. Gonçalves, preso pela Polícia Federal domingo, 26, no Aeroporto Internacional de São Paulo em Guarulhos/Cumbica, quando chegou de uma viagem a Portugal, teria usado seu escritório em Curitiba para bancar despesas de caráter eleitoral da petista. Gleisi é alvo de investigação no Supremo Tribunal Federal. Ela detém foro privilegiado perante a Corte. Nesta segunda, 27, Gonçalves foi ouvido em audiência de custódia pelo juiz Paulo Bueno de Azevedo, da 6.ª Vara Federal Criminal, que deflagrou a Custo Brasil. Além do advogado tiveram a prisão decretada outros dez alvos da operação que investiga o esquema Consist, entre eles Paulo Bernardo. O esquema Consist é um suposto desvio de R$ 100 milhões a partir de empréstimos consignados no âmbito do Ministério do Planejamento, na gestão do marido de Gleisi. Parte daquele montante, em torno de R$ 7 milhões, teria sido repassada para o escritório de Gonçalves, ligado ao PT – do escritório teria saído a propina para Paulo Bernardo, no mesmo valor. Em agosto de 2015, a Operação Pixuleco II, desdobramento da Lava Jato, fez buscas no escritório e apreendeu documentos que indicam o elo de Gonçalves e campanhas eleitorais do partido e de Gleisi em 2010. Leia mais no Estadão.

Alagoinhas: Jovem revendia motos CINQUENTINHAS roubadas

28 de Junho de 2016 - 09:20

Foi detida por investigadores da Polícia Civil no dia de ontem, a jovem Elai Tuiana Santos Silva, moradora da 2ª travessa José Luiz dos Santos bairro de Alagoinhas Velha, a qual estava na posse de uma moto Cinquentinha que constava no sistema como roubada. Vale salientar que as investigações apontam que ela recebia essas motos de pessoas que estão sendo investigadas, que provavelmente as roubavam, onde Elai através das redes sociais anunciava e as vendia com preços convidativos.

Dentre as motos comercializadas pela acusada, existem os seguintes registros: 16-1482, 16-1513, 16-1448. As investigações continuam no sentido de serem presos os demais integrantes da quadrilha. O delegado Dr Rodrigo Brito esta a frente das investigações.

O site aguarda mais informações para complementar a matéria.

Redação: Aragão Notícias

Alagoinhas: Motorista roubado reconhece carreta na pista e PRF realiza prisões em Berimbau

28 de Junho de 2016 - 08:40

Um motorista de caminhão foi assaltado por dois elementos por volta das 20:00 horas de ontem na cidade de Candeias, no momento em que ia entrando na distribuidora Nacional Gás.

Segundo a vitima foi obrigado a passar para a cama, e ficar de deitado de bruços. Os meliantes ainda segundo a vitima rodaram bastante, e pela madrugada, resolveram abandonar a vitima num matagal na BR 110 sentido Inhambupe.

Já de posse de sua liberdade, a vitima caminhou bastante e conseguiu avistar o posto Planalto, que fica no entroncamento da BR 110 com a 101. Lá solicitou ajuda e conversou conosco por telefone.

Ainda abalado com o assalto, o motorista que estava na área externa do posto “avistou” o seu veículo passando sentido Alagoinhas, já sem a carga que levava 1340 botijões vazios. De imediato pegou uma carona no posto e foi até o Posto da PRF, onde passou os dados da carreta hora roubada.

A PRF acionou os demais colegas, e nas imediações do entroncamento de Berimbau, o veículo foi inteceptado, onde os ocupantes tentaram fugir, mas foram perseguidos e presos dentro de um matagal. Um revolver calibre 38 foi encontrado com os acusados.

Laércio dos Santos

Segundo informações preliminares, eles deixaram a carga de botijões em uma cidade no estado de Sergipe. Os acusados serão encaminhados a delegacia de Candeias e as investigações procedem no sentido de saber quem ficou com os produtos do roubo.

Redação: Aragão Notícias

Delação cita propina de R$ 30 mi a Jucá, Braga e Renan

28 de Junho de 2016 - 08:30

Uma nova delação premiada, firmada com a Procuradoria-Geral da República, aponta o suposto repasse de propinas milionárias para senadores do PMDB, entre eles o presidente do Congresso, Renan Calheiros (AL), Romero Jucá (RR) e Eduardo Braga (AM). Nelson Mello, ex-diretor de Relações Institucionais do Grupo Hypermarcas, afirmou em seu depoimento aos procuradores que pagou R$ 30 milhões a dois lobistas com trânsito no Congresso para efetuar os repasses. Lúcio Bolonha Funaro e Milton Lyra seriam os responsáveis por distribuir o dinheiro para os senadores. Mello depôs em fevereiro e, em seguida, deixou o cargo que ocupava na Hypermarcas. O advogado da empresa, José Luís Oliveira Lima, foi procurado pela reportagem, mas não se manifestou. A Procuradoria-Geral da República vai pedir ao Supremo Tribunal Federal que as afirmações envolvendo os políticos sejam investigadas. Os fatos narrados não são alvo de inquéritos no âmbito da Operação Lava Jato. O Estado apurou que as informações repassadas por Mello referem-se a atuação de parlamentares na defesa de interesses da empresa no Congresso Nacional. Os lobistas, segundo Mello, diziam agir em nome de políticos e que estes poderiam tomar iniciativas de interesse da empresa e do setor no Congresso. Segundo o delator, Lucio Bolonha Funaro se dizia “muito próximo” do presidente afastado da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ), e de outros peemedebistas da Casa. Milton Lyra, por sua vez, afirmava agir em nome dos senadores “da bancada do PMDB” que teriam sido destinatários da maior parte da propina. Mello disse que conheceu os lobistas em Brasília. Ele afirmou que se ajustou com Funaro e Lira para “se aproximar” do poder. Seu objetivo, declarou, era “proteger” o mercado que representava. Disse ainda que, em sua avaliação, o setor “tinha que ter uma proteção legal”. Mello trabalhou por mais de 20 anos no Hypermarcas, grupo do qual se desligou depois de fechar a delação. Ele afirmou que “ressarciu” o grupo daquele montante que disse ter repassado aos lobistas. Segundo ele, a empresa Hypermarcas “não auferiu nenhuma vantagem e nem sofreu prejuízos porque foi reembolsada”. Leia mais no Estadão.

Justiça determina suspensão de construção do Terminal da Braskem na Prainha

28 de Junho de 2016 - 08:20

Uma ação popular suspendeu o ato administrativo do Inema que permitia a construção de um terminal portuário na área conhecida como Prainha, em São Francisco do Conde. A decisão do juiz Sergio Humberto de Quadros Sampaio, da 8ª Vara da Fazenda Pública, suspende o ato do Inema que “que impôs mudança da proteção ambiental outorgada por lei à região da ‘Prainha’”. De acordo com o magistrado, o Estado da Bahia e o Inema ficam impedidos “de dar sequência a qualquer procedimento que importe em permissão para construção de terminal portuário no referido balneário”, salvo deliberação do Juízo. “Determino, ainda, a juntada pelo Estado da Bahia, de todos os procedimentos ou processos que tenham tramitado no Inema, com vistas à exclusão da proteção ambiental da ‘Prainha’, bem como daqueles documentos que tenham sido elaborados anteriormente com a finalidade de anuir com dita preservação”, completa o magistrado. A ação popular foi movida por usuários da área, localizada na Baía de Aratu.

Cardozo e Adams recebem ‘cortesia’ em restaurante de Brasília

28 de Junho de 2016 - 07:50

Os ex-ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o ex-ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), Luís Inácio Adams, foram alvo de um protesto enquanto estavam em um restaurante em Brasília: um opositor do Partido dos Trabalhadores pagou a conta deles. De acordo com a Veja, o advogado Eduardo Moreth Loquez disse que resolveu fazer uma “gentileza democrática” e pagar a conta dos dois ex-auxiliares da presidente afastada Dilma Rousseff. Para esclarecer que se tratava de um protesto, Loquez assinou a nota fiscal: “Cardozo, uma gentileza do ilustre jurista Thomas Turbando. Abraço”. (Veja aqui).

 

PM registra queda no nº de mortos e vítimas graves nas rodovias estaduais durante feriado

28 de Junho de 2016 - 07:40

O número de mortos e vítimas graves em acidentes nas rodovias estaduais caiu 22% e 47% neste São João, respectivamente, de acordo com o Polícia Militar da Bahia (PM-BA). O balanço da “Operação São João”, divulgado pela instituição nesta segunda-feira (27), aponta 39 vítimas, sendo que sete fatais, 26 com ferimentos leves e oito graves. Ainda de acordo com a PM, foram registrados 26 acidentes, oito deles sem vítimas, da última quarta-feira (22) até a manhã desta segunda. Neste período também foram abordados 9.507 pessoas e 6.065 veículos. Destas abordagens, 690 veículos foram autuados e 49 retidos, nove pessoas conduzidas às delegacias, além do recolhimento de 15 Carteiras Nacional de Habilitação (CNH) e 32 Certificados de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV). A ação envolveu equipes do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e das Companhias Independentes de Policiamento Rodoviário (1a CIPRv/Itabuna, 2a CIPRv/Brumado e 3ª CIPRv/Barreiras).

Gleisi critica prisão de marido: 'Manchou de modo injusto minha vida pública e a do Paulo'

28 de Junho de 2016 - 07:30

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) criticou nesta segunda-feira (27) a prisão do seu marido, o ex-minisro das Comunicações e do Planejamento Paulo Bernardo, em operação da Polícia Federal na última quinta-feira (23). A declaração da petista foi feita durante seu discurso na tribuna do Senado, quando afirmou que não havia elementos jurídicos para o pedido de prisão preventiva expedidido pela Justiça Federal de São Paulo. "A foto de uma pessoa presa nos jornais e TVs refletida inúmeras vezes durante dias e dias não se apaga. A absolvição, quando vier, não terá jamais a mesma força. (...) É com essa clara e terrível percepção que enfrento esse julgamento. Com a triste certeza de que o processo manchou de modo injusto, definitivo e irrevogável a minha vida pública e a do Paulo Bernardo", declarou. A Operação Custo Brasil, que culminou na prisão do ex-ministro investiga a transferência de R$ 7 milhões de um escritório de advocacia para Bernardo. Gleisi foi em defesa do marido na tribuna do Senado e disse que não há nenhuma prova que incrimine o petista. "Não há contrato do Ministério do Planejamento com a tal Consist [empresa investigada], nem vínculo do então ministro do Planejamento com o convênio celebrado entre a empresa e a associação dos bancos", argumentou, acrescentando que a operação tinha a intenção de "abalar" o trabalho dos senadores que defendem a presidente afastada Dilma Rousseff (PT). Ao chegar no Senado para seu pronunciamento, Gleisi foi acompanhada por um grupo de apoiadoras, de quem também recebeu flores e gritos de guerra como 'Me representa, me representa'.

'Qualquer canalha que venha me interperlar com violência vai ter retorno', diz Wyllys

28 de Junho de 2016 - 07:20

O deputado federal Jean Wyllys (Psol-RJ) parece estar preparado para qualquer embate político que apareça à sua frente. Presente em Vitória da Conquista para participar do Seminário Audiovisual, Política e Diversidade, promovido pelo Procine/Uesb, Wyllys comentou a agressão que sofreu em um aeroporto no Mato Grosso do Sul. "Qualquer canalha que venha me interpelar com violência, seja simbólica ou violência física, vai ter retorno", declarou o parlamentar ao Blog do Anderson. Na ocasião, um grupo tentou arquitetar um protesto contra Wyllys, que defende a presidente afastada Dilma Rousseff (PT).

Juiz mantém prisão de Paulo Bernardo e demais investigados na Custo Brasil

28 de Junho de 2016 - 06:50

Alvo da Operação Custo Brasil, o advogado Guilherme Gonçalves, que foi preso ontem após voltar de uma viagem a Portugal, foi ouvido na tarde desta segunda-feira na 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo. A oitiva de Gonçalves pelo juiz federal Paulo Bueno de Azevedo começou às 14h30 e terminou por volta das 15h30. Depois da audiência do advogado, o juiz decidiu manter presas todas as pessoas detidas na operação, incluindo o ex-ministro dos governos Lula e Dilma Rousseff Paulo Bernardo, o ex-secretário de Gestão do prefeito paulistano Fernando Haddad (PT) Valter Correia e o ex-tesoureiro do PT Paulo Ferreira, que se entregou à Justiça na sexta-feira.

"A decisão do juiz da 6ª Vara Criminal foi de que os motivos da prisão preventiva permanecem", disse o procurador da República Rodrigo de Grandis. Os dez presos pela Custo Brasil, deflagrada na quinta-feira passada, são acusados de participação no esquema de corrupção que desviou cerca de 100 milhões de reais em um contrato de gestão de empréstimos consignados do Ministério do Planejamento durante a gestão de "PB", como Bernardo é conhecido, entre 2005 e 2011.

Segundo o procurador, os presos continuarão detidos na sede da Superintendência da Polícia Federal na Lapa, Zona Oeste de São Paulo, onde deverão ser ouvidos até o fim desta semana. De Grandis acrescentou que o Ministério Público tem "vários elementos" para acusar os investigados. "Não só colaborações premiadas, mas elementos documentais, provas técnicas e e-mails", afirmou.

O ex-vereador do PT Alexandre Romano, conhecido como Chambinho, foi o delator do esquema implantado na pasta para rechear os bolsos de Paulo Bernardo e irrigar o caixa dois de campanhas petistas, como as da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), mulher do ex-ministro. Chambinho listou em seus depoimentos de colaboração à Justiça como petistas das mais diversas matizes embolsaram dinheiro e receberam benesses a partir de favores políticos e desvio de recursos em estatais.

Forças Armadas estão com Moro

28 de Junho de 2016 - 06:40

O Juiz Federal Sergio Moro foi condecorado pelo Exército em nome das Forças Armadas em solenidade realizada no 20º Batalhão de infantaria Blindado, CWB/PR.

Ele foi condecorado com a Ordem do Mérito Cívico, concedida pela Liga Militar de Defesa Nacional.

Moro é responsável por julgar os processos da Operação Lava-Jato, e tem levado vários, antes intocáveis, bandidos de colarinho branco, para trás das grades.

O mais curioso é que recentemente o magistrado se recusou a receber uma honraria ofertada pela Câmara Federal em Brasília.

Fonte presentes ao evento, presenciaram o momento em que generais de alta patente afirmaram a Sergio Moro: “Excelência, pode trabalhar com tranquilidade, pois estaremos protegendo Vossa Excelência e sua família. Nosso serviço reservado de inteligência estará à sua disposição“.

Fontes do Exército confirmam que Moro aceitou e está sendo protegido pelo Exército, a fim de evitar atentados contra o magistrado e sua família.

O evento também recebeu a presença de autoridades da Aeronáutica

Número de mortes em acidentes cai 52% no São João, aponta balanço final do Detran

28 de Junho de 2016 - 06:30

O trabalho conjunto dos órgãos de trânsito e segurança no São João da Bahia 2016 deu resultados positivos no combate à violência nas estradas, em comparação com a festa do ano passado, quando a articulação entre os órgãos ainda não acontecia no formato atual. Em quatro dias de fiscalização neste ano, houve o registro de 20 acidentes graves, com 81 feridos e 11 mortes. Em 2015, foram 45 acidentes, 117 feridos e 23 mortes. Os números representam uma redução no número de vítimas fatais de 52,17%; as ocorrências graves caíram 55,56 %. O balanço final da “ Operação São João” foi divulgado nesta segunda-feira (27) pelo Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA), que atuou em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as polícias Civil e Militar e prefeituras.

No período junino, foram abordados 14.923 veículos e 24.674 pessoas, em blitzes de alcoolemia e educativas, nos acessos aos dez municípios do interior do estado mais procurados nesta época, resultando em 3.901 autuações. O teste do bafômetro foi realizado em 4.570 condutores. Destes, 102 infringiram a Lei Seca e vão responder ao processo de suspensão do direito de dirigir.

Segundo o diretor-geral do Detran, Lúcio Gomes, os números da fiscalização conjunta ultrapassaram as metas. “Tínhamos projetado uma redução de 40% no número de mortes e passamos de 50%. Tivemos mais de 50% de redução também em acidentes graves. Acertamos quando decidimos unir esforços com as polícias para aumentar a segurança nas rodovias. Agora, vamos consolidar os dados para definir ações nos locais com maior incidência de infrações e acidentes, como prevenção para os próximos feriados prolongados”. (Gazeta Dos Municípios)

Campanha do Agasalho

28 de Junho de 2016 - 06:20

O Quarto Batalhão iniciou nesta segunda-feira a Campanha do Agasalho, com o objetivo de proporcionar o mínimo de conforto e bem estar à pessoas carentes da nossa cidade, durante o inverno que se inicia.

Participe doando cobertores e ou agasalhos no próprio Batalhão, até o dia 11 de julho. O material será doado nos lares de idosos e em comunidades carentes.

A solidariedade aquece o coração e promove a paz!

Rodrigo Janot pede que mortes do Cabula sejam investigadas pela Justiça Federal

27 de Junho de 2016 - 18:20

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) que a chacina do Cabula, em Salvador, seja julgada pela Justiça Federal. O caso aconteceu na madrugada do dia 6 fevereiro de 2015, com 12 mortes e seis feridos, com idades entre 15 e 28 anos. Para Janot, a Justiça Estadual da Bahia não levou em conta informações importantes ao absolver sumariamente os policiais militares envolvidos no crime, e que essas informações poderiam levar a um resultado diferente. Por isso, defendeu que o caso seja tratado na Justiça Federal. Os policiais envolvidos integravam a Rondas Especiais da Polícia Militar da Bahia (Rodensp). Eles entraram em um na Vila Moisés, no bairro do Cabula, em Salvador (BA), e atiraram contra um grupo de pessoas concentrado no local. De acordo com Janot, foram 143 disparos, 88 deles certeiros, o que resulta em média de quase 10 tiros certos por acusado. O procurador-geral da República ainda diz que há incongruências nas investigações e fatos que causam estranhamento. Janot ainda salientou que a Justiça não analisou em tempo adequado a denúncia oferecida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), não realizou a instrução necessária diante da complexidade do caso, não escutou testemunhas e não observou pontos e questões para melhor apuração e esclarecimento do caso. “Tomou-se como fato, muito rapidamente, a linha apuratória de que o que houve foi simples resposta à agressão injusta iniciada por 'bandidos', absolvendo-se sumariamente os denunciados, e, além deles, até mesmo policial militar não envolvido nos fatos e não denunciado”, sustenta Janot. “A sentença desconsiderou absolutamente todos os elementos sobre os quais jogou luz o órgão acusatório e, fixando-se unicamente no que extraiu do inquérito, com os vícios já apontados, e, muito claramente, na 'qualificação' das vítimas, entendeu dispensável a produção de provas, desrespeitando decisão do juiz titular da Vara, que a havia deferido, e interrompendo o caminho natural do processo, que poderia levar o caso ao julgamento pelo Tribunal do Júri”, afirma o procurador. Segundo a Procuradoria, é possível deslocar a competência de julgamento quando há grave violação de direitos humanos, o risco de responsabilização internacional pelo descumprimento de obrigações assumidas em tratados internacionais e a evidência de que órgãos do sistema estadual não mostram condições de seguir no desempenho da função de apuração, processamento e julgamento do caso. O procurador-geral afirma que o caso “traz indícios fortes – que merecem apuração adequada – de que agentes do Estado promoveram verdadeira execução, sem chance de defesa das vítimas”. Janot ainda assevera que o caso não é de ineficácia, por inércia, da atuação da polícia, mas de condução viciada, com evidências de tendenciosidade por órgão responsável pelas investigações. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) pediu que o caso fosse julgado pela Justiça Federal em abril deste ano (clique aqui e saiba mais).

A Lava-Jato acena mudança de caminho

27 de Junho de 2016 - 17:40

Começam a surgir ilações segundo as quais a Operação Lava-Jato estaria mudando para uma nova frente, afastando-se pouco a pouco do segmento empresarial para se centrar no segmento político. No final da última semana dois fatos marcaram esta tendência. O primeiro atingindo o PT, que há algum tempo está na berlinda, ao alcançar o ex-ministro do Planejamento de Lula, Paulo Bernardo, e ex do ministério das Comunicações de Dilma Rousseff, que se encontra preso. O segundo concentrou-se na varredura de uma quadrilha em Pernambuco, formada por empresas fantasmas, chegando-se à conclusão que o avião que transportava o candidato a presidente da República pelo PSB, Eduardo Campos, tinha a ver, também, com a doação de recursos escusos para a sua campanha. O avião caiu em Santos matando todos os seus ocupantes. Estes dois fatos podem indicar que a Lava-Jato poderá, a partir de agora, se concentrar no aspecto político, sem deixar de lado o setor empresarial. Até aqui não havia cerco em torno de políticos, mas a prisão de ex-ministro Paulo Bernardo passa a ser um forte indicativo. O primeiro grande impacto desmancha o PT em todas as suas frentes, demonstrando que o partido tinha conhecimento da roubalheira, pelo menos em seus calões mais elevados, ou seja, no centro do poder ministerial. As doações iam para o partido, através da empresa Consiste, deixando parte dela para os integrantes do esquema. Espera-se agora que a Operação Lava-Jato se concentre para alcançar a corrupção política que, por ora, só foi alcançada nos casos mais conhecidos. A concepção republicana no momento é outra. O país está imerso numa nova realidade que aponta para o fim da sujeira, sem a qual será uma decepção em regra. Esta será a nova trilha. O Supremo Tribunal Federal está atento como demonstram as suas decisões recentes. Este é o caminho que se espera.

Bahia tem mais de 120 mil inadimplentes com o IPVA

27 de Junho de 2016 - 17:30

 

A recessão instalada no país desde o ano passado tem contribuído não apenas para o aumento do desemprego e para queda de consumo, como agora também levou a uma arrecadação menor por parte do Estado e dos Municípios. E um das tributações com considerável índice de inadimplência é o Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). De acordo com os dados mais recentes da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA), 120.566 veículos automotores do estado estão inadimplentes este ano. Destes, 33,9 mil são motocicletas. Salvador é a cidade que concentra o maior número dos proprietários em dívida, com 27.195 veículos, seguido por Feira de Santana com 8,6 mil carros sem IPVAs pagos. O débito no estado chega aos R$ 53,3 milhões. Segundo superintendente de Administração Tributária da Sefaz-BA, José Luiz Souza, o índice de inadimplência no estado é de 6,5% quando se calcula o valor de carros em débito com todo o restante da frota tributável do estado – que gira em torno de 1.834.000 –, o que é considerado um percentual médio, por não estar fora da curva dos percentuais de anos anteriores. Ainda assim, Souza destaca que, embora pareça um percentual pequeno, essa inadimplência traz sim prejuízos aos cofres públicos. “Continua por prejudicar o estado, pois era um dinheiro previsto para entrar na receita, e sua falta acaba sendo sentida. É um valor a menos que deixa de ter a sua destinação para as demandas da sociedade”, alertou.

Eleitor cobra com palavrões Costa e Lidice por voto anti-Moro

27 de Junho de 2016 - 17:20

Os senadores Humberto Costa (PT-SP) e Lidice da Mata (PSB-BA), além do deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), estiveram envolvidos em uma situação, no mínimo, constrangedora em um restaurante de Brasília. Um eleitor não identificado abordou os políticos e fez questionamentos aos senadores pela votação “anti-Moro”, que pedia ao ministro do STF Ricardo Lewandowski a abertura de processo disciplinar contra o juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, pela divulgação dos grampos telefônicos envolvendo a presidente afastada Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No vídeo, Costa é único que debate com o eleitor e troca xingamentos com o mesmo. O senador, inclusive, ameaça processar o dono do vídeo pela exposição e ofensas.

Relator de recurso de Cunha será anunciado até o final do dia

27 de Junho de 2016 - 16:50

Até o final do dia de hoje (27) será definido o deputado que ficará encarregado de elaborar um parecer sobre o recurso apresentado pela defesa de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) questionando os procedimentos do Conselho de Ética que aprovou a cassação de seu mandato por 11 votos a nove. A decisão de anular ou manter o processo que será submetido ao plenário da Câmara está nas mãos dos 66 titulares da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) que, a partir de hoje, têm cinco dias para concluir o processo. O presidente do colegiado, Osmar Serraglio (PMDB-RJ), que está em trânsito para Brasília, passou o final de semana debruçado sobre a lista de nomes que podem assumir esta relatoria. No rol estão tanto titulares quanto suplentes, o que totaliza 132 parlamentares, mas, adotando os critérios estabelecidos pelo Código de Ética da Casa, foram excluídos deputados do mesmo partido, bloco ou estado de Cunha além de parlamentares que registraram apoio a representação contra o peemedebista encampada pelo PSOL e pela Rede. A relação ficou ainda mais enxuta com a decisão da CCJ de também descartar a possibilidade do relator ser ainda do mesmo partido do deputado Marcos Rogério (DEM-RO), autor do parecer contra Cunha no Conselho de Ética, e de integrantes da comissão que também têm assento no Conselho de Ética. Por estes critérios mais de 30 nomes foram descartados. Leia mais na Agência Brasil.

Ministério cria Núcleo de Combate à Corrupção e Criminalidade Violenta

27 de Junho de 2016 - 16:40

 

Portaria do Ministério da Justiça publicada no Diário Oficial da União de hoje (27) cria o Núcleo Permanente de Combate à Corrupção e Criminalidade Violenta, com o objetivo de articular ações de combate à corrupção e à criminalidade. Caberá também propor instrumentos de cooperação técnica com órgãos encarregados da prevenção e do combate à corrupção, com o objetivo de viabilizar a troca de informações, apoio técnico e operacional. O núcleo atuará em conjunto com a sociedade e outros órgãos do Executivo, Judiciário e ministérios públicos. De acordo com a portaria, o núcleo permanente será formado pelos chefes das pastas da Secretaria Nacional de Justiça e Cidadania, da Secretaria Nacional de Segurança Pública e pelos diretores-gerais da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal. Os representantes do núcleo permanente têm 60 dias para apresentar um plano de atividades e o detalhamento de suas competências. Também serão convidados a integrar o núcleo permanente quatro procuradores-gerais de Justiça dos Ministérios Públicos estaduais ou distrital e seus respectivo suplentes, a serem indicados pelo Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais. Poderão ser convidados para participar das reuniões os representantes do demais poderes da União e da administração Pública federal, estadual, distrital ou municipal, e da sociedade civil.

Investigação da Petrobras sobre fraude em plano de remédios aponta 6 responsáveis

27 de Junho de 2016 - 16:30

 

A Petrobras vem investigando desde julho de 2015 as irregularidades envolvendo a prestação do Benefício Farmácia, plano de benefícios aos funcionários que era concedido a 300 mil pessoas. Segundo nota à imprensa distribuída pela estatal na madrugada desta segunda-feira, 27, pelo menos seis responsáveis pela fraude já foram identificados na apuração interna, incluindo empregados da Petrobras.Na noite de domingo, o programa “Fantástico”, da TV Globo, revelou que o Tribunal de Contas da União (TCU) investiga o esquema, que teria lesado a empresa em cerca de R$ 6 milhões por mês. O programa Benefício Farmácia tinha um custo mensal de R$ 20 milhões para a Petrobras e estima-se que 30% dos valores tenham sido desviados. Segundo a estatal, o plano de benefícios foi estabelecido em 2006 e ampliado a partir do acordo coletivo de 2013.Na nota à imprensa, a Petrobras confirmou que o TCU mandou suspender o Benefício Farmácia em setembro passado. Pelas regras do Benefício Farmácia, o funcionário só podia fazer as compras em farmácias credenciadas, pelo próprio beneficiário, mediante receita em seu nome e apresentação do cartão do plano de saúde da empresa, para então receber o reembolso por parte da Petrobras. A apuração identificou fraudes como compra de remédio para próstata por mulheres, de estimulação à produção de leite materno por homens e até remédios para cachorros. Foram identificadas mais de 13 mil receitas irregulares em apenas seis meses. Entre elas, receitas sem o nome do médico e com outras informações deixadas em branco.

Após encontro com Dalai Lama, Lady Gaga é banida da China

27 de Junho de 2016 - 16:20

A cantora pop Lady Gaga foi banida pelo governo chinês de entrar no país. A proibição, de acordo com o site Next Media, começou a valer nesta segunda-feira (27) e foi motivada por um encontro da cantora com o líder religioso Dalai Lama. Segundo Gaga, o encontro tinha por objetivo promover um debate pela paz que seria transmitido ao vivo pela internet. O governo chinês, no entanto, acusou Gaga de tentar se envolver na questão da independência do Tibet. Foram banidas ainda as músicas da cantora no país asiático.Em 2011, Gaga já havia entrado na lista negra do governo chinês por conta das letras de suas canções serem consideradas inadequadas. Na mesma ocasião, outros artistas como Katy Perry e os Backstreet Boys sofreram o mesmo problema.

Mortes e acidentes nas estradas federais da Bahia são reduzidos em relação a 2015, diz PRF

27 de Junho de 2016 - 15:50

O resultado da operação montada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas estradas da Bahia durante o São João foi divulgado na tarde desta segunda-feira (27/6). Segundo o órgão, os números de acidentes e mortes em relação ao mesmo período do ano passado foram reduzidos. Nas rodovias federais que cortam o Estado foram registrados pela PRF 68 acidentes que deixaram 77 feridos e nove mortos. No ano anterior foram 199 ocorrências que resultaram em 117 pessoas feridas e 12 vítimas fatais. A diminuição foi de 65% nos acidentes, 34% no número das vítimas não fatais e 25% nas mortes. Para fazer os cálculos, o órgão federal leva também em conta o número de veículos. A PRF comemora as reduções, mas diz que a imprudência, a falta de experiência de alguns motoristas e o desrespeito às Leis de Trânsito dos condutores foram determinantes para a ocorrência dos acidentes registrados na Bahia. A polícia diz que foram desenvolvidas operações preventivas em trechos das rodovias, com destaque para o Cinema Rodoviário, que desenvolveu atividades com palestras e vídeos, alcançando 2.307 pessoas. Além disso, aurante o período junino, a PRF recolheu 81 animais nas estradas. (A Tarde)

Dilma diz que fará “governo de transição” caso retorne ao poder

27 de Junho de 2016 - 15:40

A presidente afastada Dilma Rousseff disse hoje (27) que, caso retorne à Presidência, fará um governo de transição, com o objetivo de garantir a democracia brasileira até as eleições de 2018. Dilma diz que pretende também aproveitar o momento político para avançar nas discussões sobre a reforma política. “Farei basicamente um governo de transição. Porque é um governo que vai ter dois anos, e o que nós temos de garantir neste momento é a qualidade da democracia no Brasil, o que vai ocorrer em 2018. Eu farei isso, sobretudo. Acho que cabe a discussão de uma reforma política no Brasil, sem dúvidas. Nós tentamos isso depois de 2013 e perdemos fragorosamente. Tentamos Constituinte, tentamos reforma política”, disse a presidente afastada em entrevista à Agência Pública, publicada nesta segunda-feira. Dilma, no entanto, não confirmou a realização de um plebiscito sobre a convocação de novas eleições antes de 2018, proposta defendida por algumas lideranças políticas. “Não há um consenso. É uma das coisas. Uma das propostas colocadas na mesa. Agora, há de todo mundo uma opção por eleição direta, né? Sempre.” Caso retorne ao poder, a presidente afastada disse que não tentará recompor sua base nos moldes como estava antes do processo de impeachment. “Não tem mais como recompor. Vou te falar, eu não recomponho governo nos termos anteriores em hipótese alguma.” Perguntada se irá ao Senado para se defender na Comissão Processante do Impeachment, Dilma disse que ainda não se decidiu sobre o assunto. “Estou avaliando. Sou do tipo de gente que avalia.” Com informações da Agência Brasil.

Twitter e Facebook anunciam novidades similares ao Snapchat

27 de Junho de 2016 - 15:30

Com cada vez mais sucesso entre os amantes de tecnologia, o Snapchat vem lançando tendências. Foi pensando nisso que ferramentas já consolidadas como Facebook e Twitter anunciaram mudanças para poder competir com a app que apaga mensagens após 24 horas. Foi durante a conferência VidCon, que acontece anualmente na Califórnia, nos Estados Unidos, e debate sobres vídeos e conteúdos online, que o Facebook anunciou sua parceria com o MSQRD, aplicativo comprado por Mark Zuckerberg em março deste ano. Isso fará com que a rede social passe a disponibilizar filtros de troca de rosto, aplicações de máscaras e outros recursos já conhecidos por usuários do Snapchat, como informa a Zero Hora. Já o Twitter assinalou que vai liberar o uso de stickers em imagens que forem compartilhadas no microblog. Com as mesmas funcionalidades do snap, os desenhos poderão ser aplicados e redimensionados por cima da imagem original.

Presos fazem buraco na parede e tentam fugir da delegacia de Iguaí

27 de Junho de 2016 - 15:20

Presos que tentavam fugir da carceragem da DT (Delegacia Territorial) de Íguai, 500 km da capital baiana, foram apreendidos por policiais civis. O caso aconteceu na última quinta-feira (23), mas só foi divulgado pela Polícia Civil nesta segunda-feira (27). Os internos fizeram um buraco na parte superior da parede de uma das celas, mas um carcereiro percebeu a movimentação suspeita nos fundos da unidade policial, onde funciona uma oficina, e o Depin (Departamento de Polícia do Interior) conseguiu frustar a fuga. Além da tentativa, os policiais apreenderam com os presos facas, celulares, carregadores e ferramentas que foram utilizadas para perfurar a parede. O delegado titular da DT solicitou a transferência dos custodiados para o sistema prisional e o reparo na cela danificada, após a realização de perícia pelo DPT (Departamento de Polícia Técnica).(R7/Bahia)

Empresa detecta fraude em programa de remédios da Petrobras

27 de Junho de 2016 - 13:40

A Petrobras sofreu um prejuízo de seis milhões de reais após fraudes em um programa de compra de remédios. Em matéria exibida pelo "Fantástico", da TV Globo, eles informam que com o objetivo de beneficiar pelo menos 300 mil funcionários e dependentes, e estatal gastava 30 milhões de reais por mês e, em 2015, contratou a empresa Global Saúde para promover economias aos cofres, por conta da crise. Foi detectada pela empresa mais de 13 mil receitas fraudulentas. Entre as fraudes, está, segundo a TV Globo, uma envolvendo a cadela de uma funcionária, que usou uma receita de uma clínica veterinária para comprar medicamento. Após o escândalo, a Secretaria de Controle Externo de Estatais do Tribunal de Contas da União (TCU) vai analisar se a Petrobras põe fim ao programa ou aplica alterações para evitar novas fraudes. No momento, ele está suspenso. Há dez anos instituído pela estatal, o sistema era simples: o funcionário apresentava em uma farmácia a receita e o cartão do programa. A conta era enviada para a empresa responsável que, consequentemente, apresentava os custos à Petrobras. Em nota ao “Fantástico”, a Petrobras disse que tomara medidas para reparar os danos, além de mover eventuais ações de improbidade administrativa.

Helicóptero que caiu em SP é encontrado; não há sobreviventes

27 de Junho de 2016 - 13:30

Os Bombeiros encontraram na manhã desta segunda-feira (27) o helicóptero que desapareceu após decolar do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, no domingo (26). Os destroços da aeronave, cujo destino final seria Americana, foram localizados próximo a Jundiaí. Segundo a Força Aérea Brasileira, não há sobreviventes. “Em função das condições de visibilidade e das características geográficas da região, foi deslocado um helicóptero Águia da Polícia Militar de São Paulo para o local, que confirmou que se tratava dos destroços da aeronave desaparecida e que, lamentavelmente, não há sobreviventes", diz nota da FAB. Um dos passageiros era o empresário Geraldo Vágner Lanzoti, sócio do deputado federal Celso Russomanno, que chegou a comentar o caso em sua página no Facebook. Uma equipe do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA IV) foi deslocada para o local da ocorrência para iniciar as investigações sobre o acidente. De acordo com o G1, o helicóptero perdeu contato quando sobrevoava a região de Cajamar, próximo ao pedágio da Rodovia dos Bandeirantes, no sentido interior de São Paulo. A quantidade de tripulação e de passageiros não foi informada pela FAB. Mais cedo, o noticário apurou que haviam pelo menos seis pessoas a bordo, incluindo a piloto. Segundo o Bom Dia Brasil, da TV Globo, a aeronave pertencia a Alexandre Costa, fundador da Cacau Show, e do empresário amigo de Russomanno.

Após agarrar convidada, Silvio Santos é acusado de 'assédio sexual'

27 de Junho de 2016 - 13:20

Silvio Santos geralmente chama atenção e toda semana é notícia por brincadeiras em seu programa. Porém, neste domingo (27), quem roubou a cena foi uma convidada da atração. A jovem chegou abraçando Silvio, declarando seu amor e ainda deu uma “esfregadinha” com o dono do Baú. Após participar da brincadeira, a 'colega de trabalho' ainda falou sobre a vida pessoal, sobre o ex-marido e ainda conseguiu “arrancar”, literalmente, mais R$ 50,00 das mãos de Silvio. Alguns internautas, no entanto, não entenderam a brincadeira, e alegaram que Silvio estaria contribuindo com a cultura do estupro e com o incentivo ao assédio sexual. Nas redes sociais, os internautas criticaram a exibição da cena pelo SBT.

Instituto Ipsos: Temer é rejeitado por 70% dos brasileiros

27 de Junho de 2016 - 12:50

O presidente interino Michel Temer sofre rejeição de 70% dos brasileiros, de acordo com pesquisa realizada pelo instituto Ipsos, divulgada pelo jornal O Estado de São Paulo nesta segunda-feira (27). A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Em fevereiro, 61% dos entrevistados rejeitava o peemedebista; em maio, 67%. O índice mais recente é próximo ao da presidente afastada Dilma Rousseff, que é desaprovada por 75% dos entrevistados, uma queda de 15 pontos percentuais em relação ao pico, em setembro do ano passado, quando 90% a avaliava negativamente. Desde que assumiu a presidência, Temer se tornou mais conhecido: 33% o desconheciam em fevereiro, percentual que caiu para 22 pontos percentuais em junho. Assim como a rejeição, a aprovação cresceu, de 6% para 19%. Desde o afastamento de Dilma, aumentou o número de brasileiros que disse não saber opinar sobre o governo, passando de 2% para 22%. A classificação “regular” também subiu: de 21% foi para 29%. A taxa de ótimo/bom caiu de 9% para 6%; a de ruim/péssimo reduziu de 69% para 43%. Vários tópicos referentes à gestão interina foram alvo de avaliação: o governo Temer foi mal avaliado em relação ao combate ao desemprego (44%), ao Minha Casa, Minha Vida (43%), ao Bolsa Família (43%), à crise política (42%), ao combate à inflação (40%) e ao combate à corrupção (40%). O levantamento também apontou que os tradicionais presidenciáveis tradicionais têm rejeição superior a 50%, como Lula (68%), Aécio Neves (63%), Marina Silva (56%), Geraldo Alckmin (55%) e José Serra (55%). Dois nomes são bem avaliados: Sérgio Moro (55%) e Joaquim Barbosa (42%).

Winona Ryder sai em defesa do ex Johnny Depp: 'Ele nunca foi agressivo'

27 de Junho de 2016 - 12:40

Winona Ryder, que namorou Johnny Depp durante quatro anos, saiu em defesa do ator, acusado pela ex, Amber Heard, de ter sofrido agressão doméstica. Em entrevista a revista "People", Winona garantiu que o Depp nunca teve com ela uma relação abusiva. Winona contou que Depp não era agressivo e, pelo contrário, era muito protetor com quem amava. "Eu posso falar por minha própria experiência, bem diferente do que tem sido dito. Ele nunca foi abusivo comigo. Eu só conheço um lado dele bom, amoroso. Ele é uma pessoa que é muito protetora com quem ama", disse ela à revista. Durante o tempo que namoraram. Johnny tatuou a palavra "Winona Forever" no seu braço direito e quando se separaram, mudou para "Wino Forever". Sobre a acusação de Amber, Winona disse que não a está chamando de mentirosa. "Eu não estava lá. Eu não sei o que aconteceu e não estou chamando ninguém de mentiroso. Estou só dizendo que é difícil e perturbador para mim. Veja, ficamos juntos por quatro anos e foi uma grande relação para mim. Imagine se alguém que você namorou quando tinha 17 anos é acusado de violência doméstica? É chocante", disse ela. (EGO)

Após Lava Jato, Transparência Internacional quer equipe no Brasil

27 de Junho de 2016 - 12:30

O presidente da Transparência Internacional, José Carlos Ugaz, afirmou nesta segunda-feira (27), em Curitiba, que a organização pretende instalar um centro de análise anticorrupção no Brasil. Por trás da decisão, está a Operação Lava Jato que desvendou um esquema de corrupção e desvio de dinheiro na Petrobras e também em outros órgãos públicos.Há ainda a intenção de dividir com outros países as informações, como uma forma de internacionalizar a operação.“[O Brasil] É um país muito relevante na região, um país importante para o mundo. Nós estamos muito interessados no resultado do que está passando aqui”, afirmou Ugaz após sair de uma reunião com o juiz Sérgio Moro, que é responsável pelas ações da Lava Jato na primeira instância.Ele destacou que muitas empresas investigadas atuam em outros países da região e por este motivo a troca de informações entre as instituições se torna relevante.“É um caso que ultrapassa a fronteira do Brasil, há muitos países da região onde as empresas estão incorrendo em práticas de corrupção”, argumentou José Carlos Ugaz.

Menino picado por cobra na Chapada mexe pernas e volta a enxergar

27 de Junho de 2016 - 08:30

Um menino de 10 anos picado por uma cobra em uma trilha em Ibicoara, na Chapada Diamantina, já começou a sentir as pernas e enxergar com um dos olhos. Segundo a mãe do garoto, a professora Erilene Matos, o filho já está melhor e que os rins também voltaram a funcionar. O garoto segue internado na UTI do Hospital Teresa de Lisieux, em Salvador. "Ele está fazendo fisioterapia, movendo as pernas, mas ainda não tentou andar. Ele também já está enxergando melhor, mas não 100%. Essa semana ele deve passar por um especialista para avaliar a visão. Estamos com esperança que ele saia sem nenhuma sequela", disse ao G1. O garoto foi picado na última quarta-feira (22), quando fazia trilha ao lado da mãe. Segundo uma prima do garoto, Camila Viana, pessoas que participavam da mesma trilha identificaram que a cobra era da espécie cascavel.



 
 
 
linha190

 
linha190 
 
 
  Partido Social Cristãobr /> O ser Humano em Primeiro Lugar
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Rua Bahia trolar tel: (75) 3422- 2912

 
 
  98805-8021/3423-3378/98190-1576
 
 
Contatos 
Marcus Aragão
Caio Costa

Erica Manoela
Paulo Pinto

Liliane Pimenta
Colunas
Pau na preá
Falando direito

Tecnologia

Notícias
Relatório policial
Alagoinhas


Mundo
Saúde
Esporte
Beleza